A nostalgia que só o fim de ano trás

Imagem autoral | É possivelmente o meu lugar favorito durante a infância Dois mil e dezessete foi um turbilhão, essa é a melhor defini...

Imagem autoral | É possivelmente o meu lugar favorito durante a infância

Dois mil e dezessete foi um turbilhão, essa é a melhor definição para tudo que aconteceu. Logo no inicio do ano ficou obvio que não seria tão fácil assim, ao mesmo tempo tudo virou um friozinho na barriga. Confuso, eu sei. Houve uma rasteira que não só ralou os meus joelhos, ralou também o meu coração e deixou tudo um pouco vazio, mas houve também o momento de levantar e realizar aquele sonho que estava escondido no fundo da gaveta. Foi uma balança, uma porta abriu num momento difícil e achei forças para correr até lá, antes que a oportunidade se fechasse no mundo das possibilidades.

Mudei e me mudei. Que outra escolha eu tinha? Remoer o passado não combina mais comigo, ficar perdida em devaneios do que poderia ter sido não me cabe mais. Quando abandonei o velho hábito de ficar apenas desejando, esperando que algo acontecesse, algo de fato aconteceu. Veja, se eu fico apenas quieta imaginando coisas que eu queria fazer e viver, quando me restaria tempo para de fato tornar cada minuto real? A vida é única. Ficar imaginando um futuro, ou um presente que acolha nossos devaneios mais calmos ou intensos é mais seguro que levantar e fazer algo, mas se eu continuasse no mesmo lugar, nada deixaria de ser um sonho no fundo da gaveta.

Iria perder a oportunidade de descobrir quem eu posso ser, o que eu sou capaz de fazer, mas acho que acima de qualquer coisa, teria perdido a oportunidade de ser quem eu sempre quis. Teria dor maior do que ter deixado a grande chance ir embora e ficar presa nos devaneios de como tudo teria sido?


Fim de ano é época de recomeçar, e não seria diferente aqui no blog! Por hora as atividades do blog estão encerradas, agora só em 2018 e cheio de novidades e comprometimento com esse espaço que tanto amo! Espero ver você meu caro leitor, mais vezes aqui, assim como eu estarei mais presente.

Instagram / Twitter / Facebook / Skoob 




Leia Também

3 comentários

  1. A o fim de ano traz sempre coisas boas de fato, é sempre aquela coisa de recomençar.
    Tu arrasa demais nas postagens, amei ter conhecido seu blog. Sucesso pra ti <3

    Atrás da penteadeira

    ResponderExcluir

Compartilha com a gente a sua opinião <3