Jay Asher - Os 13 porquês

Super resenha  sem spoiler  sobre um livro que divide opiniões e tudo que eu posso dizer é que deu um nó na minha mente e com certeza estou...


Super resenha sem spoiler sobre um livro que divide opiniões e tudo que eu posso dizer é que deu um nó na minha mente e com certeza estou sentindo a ressaca literária chegando. 

Sinopse

"Pelas ruas desertas e escuras, os passos de Clay são abafados por sua respiração entrecortada. Se ele pudesse ouvi-los, ou se pudesse ter uma imagem de si mesmo, veria um adolescente alucinado, em uma busca desesperada. Do quê? Ao chegar da escola naquela tarde, um pacote sem remetente, endereçado a Clay, lhe dá boas-vindas na porta de casa. O pacote contém sete fitas cassete embrulhadas em plástico-bolha. Play. A voz de Hannah Baker. Morta há algumas semanas. Suicídio por overdose de remédios. E o primeiro amor de Clay. Nas fitas, Hannah explica os treze motivos que a fizeram acabar com a própria vida. Quem recebeu as fitas é um deles. E a regra é simples: depois de escutar seu motivo, passe as fitas adiante, para o nome da história seguinte. Que fatos podem estar encobertos pela pretensa normalidade da vida de adolescentes como outros quaisquer? Entender o que Hannah quer lhe dizer depois de morta: é o que Clay Jensen busca nesta noite, caminhando pela cidade às escuras, com o walkman no bolso e uma voz fantasma sussurrando em seus ouvidos." 


A proposta diferente do enredo chama muita atenção, na primeira vez que li a sinopse do livro, fiquei imaginando quantas histórias comprometedoras eu iria ler, e logo de inicio não foi bem assim. Sete fitas misteriosas com um conteúdo muito peculiar, os treze motivos que levaram uma adolescente ao suicídio. Assim como Clay o leitor se pergunta o que levou Hannah a tirar a sua própria vida, e talvez o mais curioso, o que Clay fez para contribuir com essa situação. Apesar do tema ser um tabu, o livro aborda da forma mais suave que pode, o leitor se vê preso na trama e precisa entender como todas as histórias se encaixam. 

Uma vez me disseram que os leitores de Os 13 porquês se dividem em dois grupos, o primeiro grupo são de pessoas que amaram o livro, o segundo grupo, no qual eu me encaixo, são os leitores que gostaram do livro, mas não gostaram da Hannah Baker. Os motivos que me levaram a não gostar da Hannah são bem simples, achei ela muito bobinha, inocente, e em algumas situações achei muito burra mesmo, em muitos momentos eu fechava o livro e ficava me perguntando pra quê tanta idiotice em um único personagem! Não é atoa que eu iniciei a leitura e antes da página 100 dei uma pausa muito longa e apenas retornei pensando na dificuldade de encontrar esse livro, o dinheiro que gastei e o projeto de ler todos os livros que iniciei a leitura e não terminei. 

Antes de retomar a leitura, me prometi que tentaria de verdade entender a Hannah, e com o avanço na leitura, comecei a entender qual mensagem o Jay Asher quis transmitir com esse livro. Além de ser um livro que fala sobre suicídio, o autor tenta passar a mensagem de que algumas atitudes que você toma, pode ser a gota d'água para alguém. Você pode conviver com uma pessoa e ainda assim não conhecer todos os problemas que ela tem e que tipo de pensamentos rondam a mente dessa pessoa quando ela está triste e solitária. Eu entendi a Hannah no fim das contas, mas ainda não gostei dela, ela acabou criando situações para ter finalmente coragem de se abandonar e acabar com a própria vida.


Como a depressão é algo tão comum hoje em dia, Os 13 porquês abre uma janela para um tema sério que não é conversado entre jovens e convenhamos que é muito importante, quando você conhece o assunto, você sabe qual é o próximo passo, procurar ajuda. Poderia ser um ótimo paradidático para introduzir em uma turma de adolescentes a temática e discutir de forma aberta.

O livro é muito bonito, a diagramação é incrível, não dá para ficar confuso entre as falas da Hannah e as falas do Clay. O mapa dá um toque de realidade a história e deixa o leitor a vontade para seguir os personagens durante toda a leitura. Como eu disse antes, foi MUITO difícil encontrar esse livro, eu passei muito tempo pesquisando até que finalmente eu encontrei na Estante Virtual por R$32,50.
No final das contas, me perguntei quantas pessoas passam por problemas e veem no suicídio a solução, quantas pessoas como a Hannah, que só precisavam de um ombro amigo.




Leia Também

2 comentários

  1. Esse livro é muito lindo!! Li ele faz um ano mais ou menos mas me deu muita vontade ler novamente :)
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não achei a história linda kkkk, mas o final foi interessante.

      Excluir

Compartilha com a gente a sua opinião <3